Como baixar arquivos dos tutorials do YouTube!

By Redação jun 20, 2023

Como baixar arquivos dos tutorials do YouTube:

  1. Encontre o link de download, você pode encontrar o mesmo ou na descrição ou nós comentários do canal do YouTube a maioria das pessoas ponha nós comentários mais pode ser que não esteja lá ai você vai até a descrição do video.
  2. Após ter encontrado o link de download(cuidado com virus ou outros dados que podem danificar se aparelho) após encontrar o link clique sobre ele é após ter clicado o seu download vai ter começado automaticamente.
  3. Quando você ter terminado de fazer o download você pode abrir seu gerenciador de arquivos que o seu download vai se encontrar lá na pasta de Downloads principal do seu telefone/computador. 

 Como verificar se o link pode ser de malware:

Verificar se um link pode conter malware é uma tarefa importante para
proteger-se contra ameaças de segurança. Existem várias medidas que você
pode tomar para verificar a segurança de um link antes de clicar nele.
Aqui estão algumas sugestões:

  1. Verifique a fonte: Verifique a origem do link e a reputação do site. Se o
    link foi enviado por uma fonte desconhecida ou parece suspeito, é
    melhor não clicar. 
  2. Analise a URL: Examine a URL cuidadosamente antes de clicar no link. Os
    hackers às vezes usam truques para fazer com que as URLs pareçam
    legítimas, mas, na realidade, elas podem ser ligeiramente diferentes dos
    sites reais. Preste atenção a erros ortográficos, caracteres estranhos
    ou domínios desconhecidos na URL.
  3. Use uma ferramenta de verificação de links: Existem várias ferramentas
    online gratuitas que podem verificar se um link é seguro. Alguns
    exemplos são o VirusTotal, o Google Safe Browsing e o Norton Safe Web.
    Essas ferramentas analisam os links e fornecem informações sobre
    possíveis ameaças.
  4. Mantenha seu antivírus atualizado: Ter um software antivírus confiável
    instalado e atualizado regularmente é fundamental para proteger-se
    contra malware. Se você clicar em um link malicioso, o antivírus poderá
    detectar e bloquear a ameaça.
  5. Tenha cuidado ao clicar em links encurtados: Links encurtados são
    comumente usados em plataformas de mídia social e podem ocultar o
    destino real do link. Utilize ferramentas de desencurtar URL, como o
    Unshorten.it, para visualizar a URL completa antes de clicar.
  6. Desconfie de solicitações de informações pessoais: Se um link solicitar
    informações pessoais sensíveis, como senhas, números de cartão de
    crédito ou informações de identificação, é provável que seja um golpe.
    Evite fornecer dados confidenciais em sites não confiáveis.
  7. Mantenha-se atualizado: Fique atento a notícias sobre ameaças de malware
    e golpes em circulação. Manter-se informado sobre as últimas técnicas e
    abordagens utilizadas pelos hackers ajudará você a reconhecer links
    suspeitos. 

Lembrando que essas medidas ajudam a reduzir o risco de malware, mas não
garantem uma proteção completa. É sempre importante manter-se vigilante
e tomar precauções adicionais ao navegar na internet.

Determinar se um link é confiável ou não pode ser um desafio, mas
existem algumas práticas que você pode adotar para avaliar a
confiabilidade de um link:

  1. Verifique a fonte: Examine a origem do link e a reputação do site. Se o
    link foi enviado por uma fonte confiável, como uma empresa ou pessoa
    conhecida e confiável, isso aumenta a probabilidade de o link ser
    seguro.
  2. Analise a URL: Examine cuidadosamente a URL antes de clicar no link.
    Verifique se ela corresponde ao site que você espera visitar. Observe
    erros ortográficos, caracteres estranhos ou domínios desconhecidos, pois
    esses podem ser indícios de um link suspeito.
  3. Considere o contexto: Avalie o contexto em que o link foi compartilhado.
    Se o link foi compartilhado em um site ou plataforma de mídia social
    confiável, como um site oficial de uma empresa ou uma conta verificada,
    isso aumenta a probabilidade de ser seguro.
  4. Verifique conexões seguras: Antes de inserir informações pessoais em um
    site, verifique se a conexão é segura. Verifique se o URL começa com
    “https://” em vez de “http://”. A presença de um cadeado na barra de
    endereço também indica uma conexão segura.
  5. Use ferramentas de verificação de links: Existem várias ferramentas
    online que podem ajudar a verificar a confiabilidade de um link. Por
    exemplo, o Norton Safe Web, o Google Safe Browsing e o WOT (Web of
    Trust) fornecem informações sobre a reputação dos sites e alertam sobre
    possíveis ameaças.
  6. Confie no seu instinto: Se algo parecer suspeito ou bom demais para ser
    verdade, é provável que seja. Confie no seu instinto e evite clicar em
    links que despertem desconfiança.
  7. Mantenha seu software atualizado: Mantenha seu navegador, sistema
    operacional e programas antivírus atualizados com as versões mais
    recentes. Isso ajudará a protegê-lo contra vulnerabilidades conhecidas e
    ameaças conhecidas.

Lembre-se de que essas medidas não são infalíveis e é importante
manter-se atualizado sobre as últimas ameaças e técnicas de phishing. Se
você tiver dúvidas sobre a confiabilidade de um link, é sempre mais seguro não clicar nele. 

Esse blog é postado de tudo um pouco, tudo para ajudar aqueles que estão buscando por conhecimentos na internet 🤓🧠.

By Redação

Fernando redator especializado no universo de tributos, sendo estudante de direito, se tornou criador de conteúdo em 2020 com foco na área de notícias relacionadas as tributações de todo o país. Dessa forma, com o seu conhecimento e expertise, ele traz consigo para o Blogs-Tutorials, artigos sempre atualizados e confiáveis para o nosso público.

Postagens relacionadas